Saiba como o DNS influencia na migração do seu site

Compartilhe:

Pessoas da área de tecnologia muito já ouviram falar sobre TTL, do inglês Time to Live, mas poucos sabem qual a verdadeira função que é executada por este parâmetro nas entradas de DNS. Primeiramente ele é definido em segundos, e especifica por quanto tempo as informações do serviço devem ficar armazenada no cache dos servidores DNS, e após este tempo definido, as informações se expiram e as novas informações serão carregadas.

Seguem algumas dúvidas da área:

Porque uma migração demora para ser propagada nos novos servidores?
Porque a requisição para o website aconteceu mais rapidamente?
Porque atualizei meu site mas ele continua com informações antigas?

Quando se tem um TTL alto, está sendo realizado o cache das informações durante o período de tempo especificado, portanto, as informações podem ficar em cache no seu navegador durante um bom tempo, sem receber uma única atualização vinda dos servidores, até que o TTL expire. Fazer uma busca por informações que já estão armazenadas em cache em algum servidor próximo a você ou até mesmo no seu navegador, é mais rápido do que pesquisar na rede por aquele registro de DNS, melhorando o desempenho quando é requisitado conteúdos na internet. Mas qual o lado ruim de possuir um TTL alto? ou melhor, qual o valor adequado para configurá-lo?

Quando é feita a migração de um projeto ou um website para a nuvem, ou um simples upload de um arquivo em seu website, todos estes serviços e muitos outros possuem o Time to Live nos registros de DNS, ou seja, os servidores de DNS só vão ser atualizados com a nova informação quando o valor do TTL expirar. Este valor precisa ser configurado adequadamente suprindo as necessidades apresentadas, seguindo um padrão mundial. Na ServerDo.in deixamos estes valores em no máximo 15 minutos, criando um equilíbrio e garantindo que as migrações aconteçam de uma forma rápid.

Resumindo, deve-se criar uma janela de cache para acelerar o acesso dos usuários, diminuindo o tráfego da rede, mas também atualizar as informações e propagá-las durante um curto período de tempo para o mundo. Vale lembrar que um TTL baixo significa mais requisições ao servidor, gerando uma carga alta que às vezes o próprio servidor não suporta. Esta alta carga gerada nos servidores é evitada quando a infra-estrutura da organização é bem estruturada e configurada, adequando-se as requisições dos clientes e administradores do servidor.

Caso esteja enfrentando problemas durante uma migração ou queira saber o que levar em conta quando for fazer alguma manutenção ou mudança em seu site ou sistema entre em contato com a ServerDo.in que estamos à disposição para ajudar.

Inscreva-se na Newsletter

Receba semanalmente conteúdos gratuitos sobre hospedagem de sites e marketing digital.

Mais conteúdos: