Como garantir a segurança do site

segurança do site
Deseja reforçar a segurança do site, mas não sabe por onde começar? No post de hoje nós daremos 7 dicas úteis e práticas de segurança para você implementar no seu site agora mesmo. Saiba mais:

Compartilhe:

No mundo atual em que vivemos, sabemos que a segurança é um fator crucial, não é mesmo? Ainda mais quando se trata de gerar confiança para os clientes.

Se tratando do meio digital, a segurança precisa ser redobrada, já que um site pode sofrer inúmeros ataques, bugs e outras irregularidades e cibercrimes que podem comprometer a segurança de dados de clientes, da própria empresa e até mesmo dos parceiros.

Sendo assim, nesse post iremos te mostrar 7 dicas práticas e úteis para garantir a segurança do site, e reforçar a sua autoridade de marca no mercado. Confira!

7 dicas para garantir a segurança do site

1. Atualize todos os seus softwares constantemente

 

Antes de tudo, a primeira dica para continuar mantendo a segurança do seu site, é atualizar todos os softwares do seu domínio, e se possível de maneira automática.

Assim, você não precisará fazer isso de forma manual. O próprio sistema já se encarrega de realizar esse processo.

Caso você não saiba, essas atualizações são muito importantes porque as versões anteriores ficam obsoletas e podem abrir “brechas” para possíveis invasões e bugs.

Portanto, ao investir nessa prática, tendemos a reduzir vulnerabilidades no quesito segurança e fortalecer o domínio.

Na prática, é fundamental atualizar softwares do WordPress, softwares específicos de e-commerce e quaisquer sistemas que estão relacionados ao funcionamento do seu site.

 

Leia mais: “Update: A palavra-chave para segurança

2. Use senhas seguras e atualize-as regularmente

 

Não menos importante do que a dica de segurança citada acima é levar em consideração o contexto de suas senhas. Mesmo que elas sejam totalmente seguras, ainda assim precisam ser atualizadas de maneira regular.

Assim, não corremos o risco de possíveis hackers decifrar os códigos e terem acessos a dados sensíveis ou documentos importantes da sua empresa.

Além disso, não se esqueça de priorizar senhas bastante diferentes para cada tipo de acesso. Assim, o reforço em segurança é redobrado e não corremos o risco de senhas serem decifradas em mais acessos.

 

Leia mais: “Como ter senhas seguras

3. Não se esqueça de realizar backups de maneira regular

 

Se a proposta desse artigo é te ensinar a promover mais segurança no seu site, podemos dizer que a palavra “prevenção” é o termo chave.

Caso alguma coisa venha a ocorrer com o seu domínio, você não vai querer começar o seu site do zero de novo, não é mesmo?

Por esse motivo, sempre busque garantir que os backups automáticos do seu site estão ativados, e em datas específicas — semanais, quinzenais, etc.

 

Leia mais: “Você tem backup de email e site?

4. Invista em um bom detector de malware

 

De maneira geral, já sabemos que os famosos malwares são extremamente comuns, e a pior parte disso é que através de sites infectados, esses programas maliciosos também podem invadir o seu computador, bem como dos visitantes do seu site, e até mesmo os de seus clientes.

Portanto, invista desde já em programas anti-malwares.

Assim, eles podem detectar algum tipo de ameaça dentro da sua rede — como é o caso de arquivos maliciosos — e te dão a oportunidade de se livrar deles, antes que possam causar algum dano burocrático ou permanente.

 

5. Atente-se ao processo de permissão dos usuários

 

Você sabe quantos usuários possuem acesso ao seu site?

De maneira geral, grande parte das marcas acabam precisando fornecer acesso a um determinado número de pessoas, a fim de que possam contribuir com as atividades e processos inerentes ao site.

Assim, quanto mais pessoas tiverem acesso a essas áreas, mais vulnerabilidade a empresa pode acabar adquirindo, já que a movimentação do site está crescendo.

Portanto, vale lembrar que não é todo mundo que utiliza o site precisa, necessariamente, ter o mesmo tipo de acesso.

Usando as permissões de acordo com aquilo que você achar conveniente, é possível prevenir futuros danos à corporação.

 

6. Obtenha um certificado HTTPS/SSL

 

Se você tem um site tipo ecommerce, por exemplo, já deve entender que a compra de um SSL é fundamental para a sua marca.

Seus clientes devem saber e perceber (de maneira visual) que o seu domínio é totalmente seguro, antes que possam creditar suas informações pessoais a ele.

Através do certificado SSL, que fornece o HTTPS, podemos conseguir mais segurança nesse processo.

Isso porque, ao adquirir um SSL, estamos mostrando aos usuários que existe um cadeado verde logo ao lado da barra do navegador.

E como as pessoas estão cada vez mais educadas de mercado, e principalmente, de segurança digital, vão perceber que a sua empresa se preocupa com esse quesito importante.

 

7. Tenha proteção contra possíveis vulnerabilidades

 

Conforme dito ao longo desse artigo, sabemos que os hackers estão sempre buscando inúmeras formas de invadir computadores e roubar dados sigilosos e sensíveis.

De maneira prática, um ataque hacker pode vir a acontecer quando uma pessoa totalmente mal-intencionada descobre alguma falha de segurança e começa a agir em cima desse processo.

No mais, os ataques são realizados com inúmeros objetivos, mas, em todos eles, o seu site será afetado.

De maneira geral, existem inúmeros tipos de ataques, porém vamos listar abaixo os mais comuns. Confira:

• SQL Injection: caso você não saiba, esse tipo de vulnerabilidade oferece acesso à informações que costumam ficar armazenadas em bancos de dados.

Nesse banco, costumam ter dados referentes a senhas bancárias, cartões de crédito, senha da loja virtual, e muito mais.

• XSS (Cross Site Scripting): o XSS são as brechas ou pontos fracos que ficam no código do site, facilitando a invasão ou até a modificação do seu domínio para favorecer a entrada de invasores.

Portanto, busque os melhores sistemas para contornar esses problemas, e garantir cada vez mais a segurança do seu site!

Gostou desse artigo? Sem dúvidas, existem inúmeras maneiras de otimizar e fortalecer a segurança do seu site.

Atente-se às dicas citadas acima e evite que eventuais problemas como os citados ao longo desse artigo possam ocorrer nos seu domínio.

Agora que você já conhece as 7 práticas essenciais de segurança do site, que tal ampliar o seu conhecimento sobre o tema? Visite agora mesmo o nosso blog e confira outros conteúdos relacionados.

Se ainda tiver dúvidas, entre em contato conosco e converse com um de nossos especialistas. Estaremos prontos para te ajudar no que for preciso!

Mais conteúdos:

segurança do site
Blog

Como garantir a segurança do site

Deseja reforçar a segurança do site, mas não sabe por onde começar? No post de hoje nós daremos 7 dicas úteis e práticas de segurança para você implementar no seu site agora mesmo. Saiba mais:

Black November ServerDo.in

Chegou a hora de você ter o seu site profissional com hospedagem premium na OrangeNovember da ServerDo.in!

Durante todo o mês de novembro, todos os planos de hospedagem de sites com descontos de até 63% nos seis primeiros meses de adesão e para Certificado SSL!