Core Web Vitals: como a velocidade do seu site afeta seu SEO

core web vitals
Veja as principais características da inovadora solução do Google, o Core Web Vitals, e como ela poderá ajudar a melhorar ainda mais a pontuação do seu site nas páginas de pesquisas. 

Compartilhe:

Quando vamos desenvolver um site e finalmente conseguimos colocar toda a estrutura para funcionar, surge então um novo desafio:

Como fazer a minha audiência crescer? O que eu posso fazer para as minhas páginas constarem já na primeira página do Google?

Para te auxiliar com essa visão, tornar mais claro todos os aspectos que influenciam na UX de seu site e as implicações em seu SEO, hoje o Google nos apresenta uma solução bastante simples e eficaz para a análise, o Core Web Vitals, ou seja, os Sinais Vitais para a Web.

 

O que é o Core Web Vitals?

Fundado em meados de 2021, o Core Web Vitals foi uma iniciativa do Google para medir e melhorar a experiência de usuário dentro de um site.

Essa iniciativa Google usa como recurso, três aspectos fundamentais, os pontos vitais em um site. São esses:

  • LCP: Largest Contentful Paint;
  • FID: First Input Delay;
  • CLS: Cumulative Layout Shift;
  • FCP: First Contentful Paint;
  • INP: Interaction to Next Paint;
  • TTFB: Time To First Byte.

Com esse pontos vitais, o Google garantiu uma maior facilidade para mensurar e interpretar a usabilidade do seu site, permitindo uma experiência agradável com a sua marca.

Hoje, o Core Web Vitals se demonstra cada vez mais eficaz em auxiliar proprietários e profissionais do Marketing na criação e otimização de suas páginas, de modo a tornar a experiência do usuário cada vez mais positiva.

O que antes era dificultado pela descentralização das informações, forçando os proprietários a se desdobrar a encontrar ferramentas que fornecessem Scores confiáveis, em 2021 foi incorporado ao próprio algoritmo do Google e garantiu aos proprietários e profissionais de marketing uma facilitação na melhoria de seu SEO.

 

Principais métricas do Core Web Vitals

LCP 

Largest Contentful Paint, é onde se analisa o tempo de carregamento do maior ou principal conteúdo exibido no navegador, onde o Google analisa desde o início do carregamento de um conteúdo, até o momento em que se renderiza o elemento mais pesado.

Aqui, os elementos que são considerados no cálculo dessa métrica são:

<img>

<image>

dentro de um elemento

<svg>

<video>

elemento com imagem de background, carregado via função URL()

elementos block-level contendo textos 

O tempo ideal de carregamento é de menos de 2,5 segundos. Para a página ser considerada com um desempenho em LCP razoável, o tempo ideal de carregamento deve estar entre 2,5 e 4 segundos.

Alguns fatores que podem influenciar em seu LCP são:

  • Servidor com tempo de resposta lento;
  • Bloqueio de renderização por Javascript e CSS;
  • Carregamento lento dos recursos da página;
  • Renderização do lado do cliente.

 

FID  

First Input Delay, trata de medir a quantidade de tempo levada para que a primeira ação do usuário seja computada pelo navegador.

Aqui é calculado o tempo entre a primeira interação do usuário com o site e o momento em que o servidor começa a processar essa informação.

Para essa métrica, o referencial é que um site otimizado para Core Web Vitals leva até 100 milissegundos para fazer esse “caminho”.

Se o site ficar entre 100 e 300 milissegundos, saiba que esse tempo é considerado razoável. Mas se ele tiver um FID acima de 300 milissegundos, é tido como um site que necessita de melhorias urgentes.

 

CLS

Cumulative Layout Shift, por fim, é onde é medido a quantidade de estímulos visuais possuídos na página. Aqui o foco é completamente no UX, visando as alterações que ocorrem na página após já estar carregada e por vezes causam desconfortos no usuário.

Sites com alta CLS tendem a causar transtornos na experiência do usuário. Um bom exemplo disso, é quando a página ainda está carregando e você acaba clicando em um link incorreto por conta de todas as mudanças e atualizações ocorrendo.

Isso causa desconforto e perda de tempo ao usuário, ao ter que retornar à página anterior, esperar todo o processo de carregamento novamente e clique no link correto.

 

FCP

FCP (First Contentful Paint) mede o tempo que leva para o primeiro elemento visual carregar. Essa métrica é importante porque é a primeira impressão que o usuário tem do site, e um FCP lento pode causar frustração e levar o usuário a abandonar o site. 

Enquanto o LCP mede o tempo que leva para o maior elemento visual do site carregar na tela, o FCP mede o tempo que leva para o primeiro elemento visual carregar na tela.

 

INP

INP (Interaction to Next Paint) mede o tempo que leva para ocorrer a próxima alteração visual na tela após interação do usuário com o site, como um clique ou a rolagem da página. Isso é importante para a experiência do usuário, já que quanto mais rápido a tela responder às interações do usuário, melhor será sua experiência dentro do site, diminuindo as chances de frustração. 

O INP pode ajudar a identificar pontos de melhoria e otimizações em um site para melhorar a experiência do usuário e o desempenho geral do site.

 

TTFB

Time To First Byte é uma métrica que mede a velocidade de carregamento de uma página, mostrando o tempo que leva para receber o primeiro byte de dados do servidor web após uma requisição HTTP. Quanto mais rápido a primeira resposta, mais rápido será o carregamento da página, o que afeta diretamente a experiência do usuário.

O TTFB pode ser influenciado pela a distância entre o servidor e o usuário, a qualidade do serviço de hospedagem, o tamanho do arquivo e a complexidade do código do site. Existem métodos como a otimização do servidor, o uso de cache de conteúdo e a otimização das rotas de redes, que podem otimizar o TTFB do seu site.

checklist
[CHECKLIST] 10 Etapas para Garantir
a Segurança de Dados Empresariais
com E-mail Corporativo

Proteger seus dados empresariais nunca foi tão simples. Comece hoje e mantenha-se um passo à frente das ameaças cibernéticas. 🛡️ Acesse agora nosso checklist!

Como analisar as métricas do Core Web Vitals

O relatório de experiência do usuário do Google Chrome, chamado de Chrome UX Report, ou apenas CrUX, é a ferramenta oficial do programa Web Vitals. Os dados são coletados em campo, ou seja, de usuários reais que utilizam o navegador.

As métricas do Chrome UX Report são disponibilizadas em diferentes ferramentas oferecidas pelo Google, que você também pode consultar:

  • Painel CrUX no Google Data Studio: permite criar painéis interativos com os dados, que podem ser resgatados desde 2017; é um painel personalizado que utiliza dados do Chrome User Experience Report (CrUX) para mostrar as métricas de desempenho do site em relação aos Core Web Vitals, permitindo que os usuários visualizem e monitorem facilmente o desempenho do site em termos de experiência do usuário. O painel inclui gráficos e tabelas com informações sobre as métricas de desempenho, além de permitir que os usuários filtrem e segmentem os dados por região, dispositivo e outras dimensões;

 

  • PageSpeed Insights: oferece dados de Core Web Vitals além de outros dados de desempenho fornecidos pelo Lighthouse; é uma ferramenta gratuita do Google que avalia o desempenho e a velocidade de um site em dispositivos móveis e desktops.
    A ferramenta fornece uma pontuação de 0 a 100 para a velocidade e a usabilidade do site, além de sugestões de otimização para melhorar o desempenho, como compactação de imagens, redução de solicitações HTTP, melhoria do tempo de resposta do servidor e outras práticas recomendadas.
    A ferramenta também exibe uma visualização do carregamento da página e um relatório detalhado das oportunidades de melhoria;

 

  • Web Vitals para Google Chrome: extensão para o navegador que oferece dados em tempo real; é uma extensão do Google Chrome que permite medir e analisar as métricas de desempenho do Core Web Vitals de um site.
    A extensão exibe as métricas de desempenho (como LCP, FID e CLS) para qualquer página da web que você esteja visitando, juntamente com informações detalhadas sobre como o site está performando em relação às diretrizes do Core Web Vitals.
    A extensão também fornece uma pontuação geral de desempenho e alertas para oportunidades de melhoria para ajudar os desenvolvedores a otimizar o desempenho do site;

 

  • Google Search Console: fornece relatórios detalhados sobre o desempenho do site, incluindo métricas individuais, tendências e sugestões de melhoria, permitindo a identificação de problemas de desempenho. Além disso, o Search Console pode ser usado para descobrir problemas técnicos em seu site que podem estar afetando o desempenho, como páginas quebradas, erros de rastreamento e outros problemas que podem afetar diretamente o desempenho do site.

 

10 dicas para melhorar o Core Web Vitals:

  1. Otimizar imagens: Reduza o tamanho de imagens grandes e aprenda a configurar imagens responsivas;
  2. Use CSS e JavaScript com eficiência: Evite usar recursos que não adicionam valor e priorize a velocidade de carregamento.
  3. Instalar um CDN: Use uma rede de entrega de conteúdo para diminuir o tempo de carregamento do seu site em diferentes localizações geográficas.
  4. Use o caching: Configure o armazenamento em cache para tornar o carregamento do seu site mais rápido.
  5. Escreva HTML correto: Utilize HTML válido e limpo para garantir que o seu site seja rápido e acessível a todos os dispositivos.
  6. Elimine o JavaScript e o CSS desnecessários: Reduza o número de requisições, mantenha o código limpo e evite excessos.
  7. Use fontes sem serifa: Para tornar a legibilidade melhor, escolha fontes mais fáceis de ler em diferentes tamanhos de tela.
  8. Evite interstitials: Evite a exibição de anúncios intersticiais em dispositivos móveis para não prejudicar a experiência do usuário.
  9. Otimize o servidor: Se o servidor estiver lento, o site também ficará. Invista em um servidor rápido ou em um serviço de hospedagem eficiente.
  10. Faça testes e monitore: Use ferramentas de teste, tais como o Google PageSpeed Insights ou o Lighthouse, e faça melhoramentos baseados em dados. Monitore as alterações que você faz e mantenha-se atualizado com as novidades do Google.

 

Qual a importância do Core Web Vitals para o seu SEO?

O Core Web Vitals é um recurso vital para garantir o bom desempenho do seu site no SEO do Google. Como ele é uma ferramenta incorporada ao algoritmo de busca do Google, seu papel é ainda mais crucial. 

As métricas conhecidas como Core Web Vitals são elementos importantes para avaliar e mensurar o desempenho do site nos três aspectos determinados pelo Google: loading (carregamento), interactivity (interatividade) e visual stability (estabilidade visual). 

Logo, sites com boas métricas de Core Web Vitals serão beneficiados pelo Google, pois a ferramenta atua como um fator de ranqueamento diretamente ligado às posições das pesquisas feitas pelo usuário. 

Com isso, um site com boas métricas de Core Web Vitals apresentará um desempenho superior ao de seus concorrentes. Além disso, é importante lembrar que o Google recomenda e incentiva os desenvolvedores a buscarem aprimoramento constantemente através da melhoria destas métricas. 

Dito isso, prestar atenção nas métricas de Core Web Vitals e tomar medidas para melhorá-las é fundamental para aumentar a qualidade e o desempenho do seu site no SEO, e assim, atrair mais tráfego qualificado por meio dos resultados de pesquisa do Google. 

Lembre-se: se atentar as práticas que possam otimizar e melhorar a performance do seu site tem o potencial de recolocar o seu negócio em outro patamar no disputado ambiente digital.

Conclusão

Em resumo, percebemos que o Core Web Vitals é uma ferramenta essencial para qualquer desenvolvedor de sites que deseja se destacar nas buscas do Google. 

Por meio de suas métricas de desempenho em carregamento, interatividade e estabilidade visual, é possível medir e melhorar o desempenho do site no SEO e, assim, atrair mais tráfego qualificado. 

Além disso, o Google recomenda constantes melhorias nessas métricas e incentiva os webmasters a buscarem por meio delas uma melhoria geral para a experiência do usuário no site. 

Apostar em práticas que possam otimizar e aumentar a qualidade do site é, portanto, fundamental para destacar-se em um ambiente digital cada vez mais competitivo.  

Procurando uma hospedagem com suporte 24/7 de verdade e atendimento via telefone? Venha conhecer nossos planos!

Mais conteúdos: